quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A The BLUZ mostra o seu novo BLUES

Gravado no Martins Studio (Caruaru-PE), mixado e masterizado no Oversonic Studio (São Paulo - SP) e produzido e editado pela Ipojuke Records (Caruaru-PE), MississiPE mostra como uma banda pernambucana pode dialogar inspiradamente com os sons do delta americano.

Compondo em inglês e português, a The Bluz, formada por Joanatan Richard (letras, vocais, guitarra, slide e vilão), Jarbas Filho (baixo), Bruno Felipe (bateria) e Alexandre Rasec (teclados), leva o Ipojuca ao Mississipi e trás o Mississipi ao Ipojuca sem deixar o cantil derramar, mostrando assim como está preparada para o mercado internacional.

Com as participações especiais de Lancaster, Jefferson Gonçalves, Giovanni Papaléo, Boy, Marcelo Neves, Rodrigo Morcego, Lucivan Max e Alexandre Morais, a banda demonstra como está devidamente inserida no cenário nacional.

Com 12 faixas prensadas em alta fidelidade e com o preço democrático de R$ 5,00 impresso na capa, o cd, que vem pintado como um velho e saudoso vinil, tem tudo para fazer parte das cdtecas dos amantes da boa música, independentemente de estilos.

Recomendo sem moredação!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Liminar do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) alega inconstitucionalidade do exame nacional da OAB

A questão é antiga e a liminar em questão nos faz refletir:

É sabido que o curso de formação superior em Direito é generalista em bacharelado e que a exigência do exame da OAB é de saber especializado em advocacia, o que faz surgir um paradoxo: cobrança de especialização após formação geral.

Ora, se a OAB faz por meio de seu exame nacional exigência de saber especializado, deveria antes oferecer uma especialização em advocacia, já que não parece razoável tanto cobrar de quem não tem, quanto cobrar sem oferecer.

Mas se é assim, para que serve a formação geral do bacharelado em Direito? Se não forma para a advocacia, igualmente não forma para o Ministério Público, para a Magistratura e para tantas outras funcões.

Isso nos leva para a questão da qualidade do ensino jurídico no Brasil: profusão desmedida de cursos, inexistência de seleção no vestibular para as IES privadas, preocupação discente majoritariamente quanto aos concursos públicos, viés de ensino dogmatizado e dogmatizante, bem mais técnico e tecnicista do que jurídico, dentre outros aspectos não menos preocupantes.

Resumo da Ópera: O Direito no Brasil é complexo pois não se sabe nem o que é, nem para que e a quem serve!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Morre Luis Alberto Warat: grande lacuna na jusfilosofia contemporânea

Com um texto breve, a família comunica em seu blog a ausência que será sentida por todos os que estudam jusfilosofia.

Escritor polêmico, introduziu o sentimento em uma seara repleta de pretensa objetividade.




LAW


Lamentamos informar que Luis Alberto Warat no está más con nosotros.

16/12/2010

Casa velatoria: Malabia 1662 - Palermo Ciudad de Buenos Aires

A partir de las 19 hs. de hoy jueves 16/12.


Familia Warat

Disponível em: http://luisalbertowarat.blogspot.com/