segunda-feira, 25 de junho de 2007

A arte marginal de Shiko

Quando vi esses traços, pirei! Shiko é um artista plático paraibano especial, é só observar os detalhes da pintura ao lado para entender o que estou dizendo. O lance começa com a sacada dos armários, seguidas das referências de música, pintura e literatura, estampadas nos livros propositalmente colocados nos ninchos. Adorei os temas orientais, nas personagens, nas máscaras e nos peixes "voadores" que concederam um ar bem lisérgico à tela. O cara é 10, espero conhecê-lo quando estiver em terras paraibanas. Olhem o resto da obra: http://www.flickr.com/photos/derbyblue/page4/

quinta-feira, 21 de junho de 2007

Nazismo e Modernidade?


Dica cinéfila: A série The Nazis: um alerta da história, produzida pela BBC está nas bancas em três dvd's com dois episódios cada: dvd 1: Rumo ao poder / Caos e consentimento; dvd 2: A guerra equivocada / Leste turbulento (ambos já disponíveis) e dvd 3 (ainda no prelo). A pesquisa demonstra que por trás de uma capa de ordem tipicamente moderna reinava o caos provocado pela crença mística em uma raça superior destinada ao poder absoluto sobre todos as outras espécies. Ótimo momento para aqueles "juristas" que ainda acusam Kelsen de ser partidário do nazi-facismo de observarem o quanto este movimento era assentado em bases pré-modernas. Corra, compre, assista e reflita!

Refletindo em voz alta 3


"Não existe um homem capaz de contar a história inteira". A frase estava em um cântaro descoberto dois mil anos depois de escrito no complexo de cavernas de Qumram, próximo ao Mar Morto, localizado entre os estados de Israel e da Jordânia, que guardavam a produção religiosa de um mosteiro essênio desenvolvida na região durante quase 200 anos (135 a.C. - 68 d.C.). O texto adverte que nos encontramos solitariamente aprisionados em um eterno presente, desconhecendo tanto o que foi quanto o que será; toda a estabilidade parece assim escorrer junto a corrente de nossa vitalidade, tudo flui no rítmo frenético da desagregação e do reagrupamento estrutural que forma a miragem de nosso eu. Já não somos mais alguém, acabado e definido, estamos constantemente sendo e deixando de ser nós mesmos, esquecendo nosso eu momentâneo em meio a tantos outros "eus" fugazes que foram e deixaram de ser algo na fluidez perene de nossa contigência. Todas as questões que levantamos são expressas em símbolos, ferramentas incapazes de traduzir toda a complexidade de nossa angustiosa ignorância acerca do tema "eu". Deixaremos talvez de perguntar: quem sou? de onde vim? para onde vou? mas não de sentir o impulso silencioso que brota da constante negação de nossa orfandade. (baseado nas reflexões de Loran Eiseley (1907-1977) em The cosmic orphan. Enciclopédia Britânica. 15a ed.)

quarta-feira, 20 de junho de 2007

Professor alemão palestra na UFPE




Na noite do último dia 06 de junho, na Faculdade de Direito do Recife/UFPE, o professor alemão Stéphan Kirste proferiu palestra sobre o tema: Direito como memória cultural. Presidindo a mesa e fazendo as vezes de tradutor, o Professor João Maurício Adeodato (PPGD/UFPE) saudou a todos os presentes informando a importância do momento frente as dificuldades financeiras das Universidades públicas brasileiras. Compunham a mesa os professores: Torquato Castro Jr, Alexandre da Maia e George Brawne, todos do PPGD/UFPE). Kirste demonstra em sua teoria uma ligação forte com a Teoria Sistêmica de Luhmann, bem como um forte matiz formal, bem ao gosto da produção alemã, o que de forma alguma tornou menos brilhante sua exposição. Destacamos a presença de 17 alunos dos primeiros e segundos períodos do Curso de Direito da ASCES/Faculdade de Direito de Caruaru que demonstraram grande interesse pelo intercâmbio acadêmico Brasil/Alemanha, o que deverá gerar bons frutos em forma de pesquisa jurídica no interior do Estado. Na foto, da esquerda para a direita, os professores: Alexandre da Maia, Torquato Castro Jr, Stéphan kirste, Pablo Falcão, João Maurício Adeodato com os alunos da ASCES.

quinta-feira, 7 de junho de 2007


Dica fonográfica: Gravação do DVD da banda caruaruense SANGUE DE BARRO. Dia 09 de junho de 2007, às 21:00h, no Baco's Recepções (estacionamento do Shopping Caruaru). Igressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudante). Vendas no local e antecipada na Banca Terceiro Mundo (centro, Caruaru/PE). Imperdível pois meu irmãozinho Ivan Márcio (Letras, vocais, guitarras, programações, encenações e um monte de outras doideiras) vai quebrar tudo !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

sábado, 2 de junho de 2007

Refletindo em voz alta 2


O caminhar é sempre formado por passos individuais. Deixemos então as lágrimas refrescarem a pele e umidecerem a estrada que deixamos, pouco a pouco, para trás. A história aparentemente é circular, sendo assim os caminhantes que encontramos e seguiram suas rotas voltarão a fazer parte de nosso horizonte particular, mais cedo ou mais tarde. Construamos um sorriso verdadeiro para responder às asperezas que nos presentearam quando nos desencontramos pela primeira vez. Deixemos as animalidade de lado e sejamos humanos!