domingo, 20 de maio de 2007

Nota aos navegantes

Este veículo foi criado para reflexões. Seu combustível? nossas dúvidas, inquietações e visões de mundo. Estamos cientes de que produziremos mais interrogações do que pontos finais, contudo, isto nos angustia bem menos que a inércia do pensamento daqueles que são mais carne do que espírito. Ao menos para atender a esta seleção, o meio virtual nos serve perfeitamente: trata-se de uma ambiente averso à toda materialidade! Sendo assim, sejam bem vindos todos aqueles que transcenderem tal limitação!

Um comentário:

  1. A primazia do não-entender!!!

    "Não entendo. Isso é tão vasto que ultrapassa qualquer entender. Entender é sempre limitado. Mas não entender pode não ter fronteiras. Sinto que sou muito mais completa quando não entendo. Não entender, do modo como falo, é um dom. Não entender, mas não como um simples de espírito. O bom é ser inteligente e não entender. É uma benção estranha, como ter loucura sem ser doida. É um desinteresse manso, é uma doçura de burrice. Só que de vez em quando vem a inquietação: quero entender um pouco. Não demais: mas pelo menos entender que não entendo."



    Grande Professor Pablo, sucesso sempre!!!

    ResponderExcluir